Banco de Sangue Paulista

Nossos Serviços

Transplante Alogênico de Medula Óssea

DEFINIÇÃO

TMO é um tipo de tratamento proposto para algumas doenças malignas, principalmente as que afetam as células do sangue. Ele consiste na substituição de uma medula óssea doente, ou deficitária, por células normais de medula óssea, com o objetivo de reconstituição de uma nova medula.

CONCEITO

Medula óssea é um tecido líquido que ocupa o interior dos ossos, sendo conhecida popularmente por "tutano". Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas. Pelas hemácias, o oxigênio é transportado dos pulmões para as células de todo o nosso organismo e o gás carbônico é levado destas para os pulmões, a fim de ser expirado. Os leucócitos são os agentes mais importantes do sistema de defesa do nosso organismo, inclusive na defesa contra infecções. As plaquetas compõem o sistema de coagulação do sangue.

TIPOS DE TRANSPLANTES

  • Quanto ao doador:
    • Autólogo quando o doador e o receptor são a mesma pessoa, ou seja, as "stem cells" (Veja: Aféreses Transfusionais) do paciente são coletadas e conservadas (congeladas ou criopreservadas) e posteriormente às altas doses de radio/quimioterapia são re-infundidas no próprio paciente.

    • Alogênico quando o doador e receptor são pessoas diferentes. O doador deve ser compatível (a partir da tipagem do antígeno de histocompatibilidade = HLA) ao receptor, podendo ser consangüíneo (geralmente irmãos) ou não consangüíneos (através de bancos de medula)

  • Quanto a fonte das células:
    • medula óssea (coletada por punções nos ossos da bacia ou cristas ilíacas em centro cirúrgico).
    • sangue periférico (coletadas por aférese após estimulação em banco de sangue).
    • cordão umbilical (coletadas na sala de parto após adequado preparo).

TIPOS DE TRANSPLANTES

  • Coleta por punção das Cristas Ilíacas

    O doador é anestesiado em centro-cirúrgico e é realizada a aspiração de 5 mls de medula óssea por punção, até retirada de volume adequado. (10 a 15 ml/kg de peso).

    01 02 03

    Após a aspiração a medula coletada é filtrada e passado para bolsas coletoras de hemocomponentes. Posteriormente as bolsas são encaminhadas para infusão no paciente (TMO alogênico) ou para congelamento (TMO autogênico).

    04 05 06
  • Coleta por Aférese

    Através de estímulos especiais (medicação), fazemos com que as células para o transplante saiam da medula óssea e migrem para o sangue periférico, onde são coletadas por máquinas especiais de aféreses, depois disso serão preservadas por congelamento especial até o momento da infusão. (criopreservação a _85ºC). Esse método é mais indicado, quando possível, pois é mais seguro, menos traumático e menos oneroso. È um dos métodos utilizados rotineiramente pelo Banco de Sangue Paulista.

    Coleta por Aférese
  • Coleta de Sangue de Cordão Umbilical

    Outra opção para se obter células para o TMO é o sangue de cordão umbilical. No parto, após o nascimento da criança ocorre a saída da placenta, que é levada ao laboratório. Um vaso específico da placenta é então puncionado e o sangue de cordão é coletado. O sangue de cordão coletado é então congelado. Caso se ache um receptor será então utilizado como fonte de células progenitoras para TMO.

    01 02 03 04

O TMO é indicado para os diagnósticos de:

  • Doenças Onco-Hematológicas
  • leucoses agudas (LMA ou LLA)
  • leucemia mielóide crônica
  • síndromes mielodisplásticas
  • linfomas ( Hodgkin e não Hodgkin)
  • mieloma múltiplo
  • mieloesclerose aguda maligna
  • Doenças Hematológicas e Imunológicas
  • anemia aplástica grave
  • anemia de Fanconi
  • hemoglobinopatias
  • imunodeficiência combinada severa
  • síndrome de Wiscott-Aldrich
  • Doenças Oncológicas
  • tumor de testículo
  • tumor de mama
  • tumor de ovário
  • neuroblastomas
  • outros tumores sólios

Doenças Onco-Hematológicas

  • leucoses agudas (LMA ou LLA)
  • leucemia mielóide crônica
  • síndromes mielodisplásticas
  • linfomas ( Hodgkin e não Hodgkin)
  • mieloma múltiplomieloesclerose aguda maligna

Doenças Hematológicas e Imunológicas

  • anemia aplástica grave
  • anemia de Fanconi
  • hemoglobinopatias
  • imunodeficiência combinada severa
  • síndrome de Wiscott-Aldrich

Doenças Oncológicas

  • tumor de testículo
  • tumor de mama
  • tumor de ovário
  • neuroblastomas
  • outros tumores sólidos
voltar

Copyright © 2014 Banco de Sangue Paulista - Todos os direitos reservados

Agência DMK - Criação de sites e otimização de sites para sites de busca